LÁBIO POLIMÉRICO

As juntas de dilatação são cortes realizados no piso de concreto que induzem o concreto a (trincar) naquele local específico, são juntas de indução. Elas permitem as movimentações de retração e dilatação do concreto e a adequada transferência de cargas entre as placas do concreto, mantendo a sua planicidade, assegurando a qualidade e o conforto no rolamento de cargas. 

Ocorre que, caso as juntas não sejam devidamente dimensionadas ou a carga que rola sobre o piso é de alta intensidade, com o tempo, as laterais das juntas vão se quebrando, processo este que é conhecido como esborcinamento da junta. 

Outra patologia inerente ao próprio piso de concreto que causam o esborcinamento da junta são as juntas de construção, aquelas juntas de encontro entre concretagens realizadas em dias diferentes e que há necessidade da colocação de barras de transferência, nessas juntas há, naturalmente um desnível entre o piso concreto em um dia o concreto recém lançado. esse desnível causado pela diferença da concretagem irá causar o esborcinamento da junta. 

As juntas de dilatação abertas (expostas), sofrem com o acúmulo de sujidade e detritos que, ao longo do tempo, faz com que a junta perca a sua função de permitir a movimentação do piso (dilatação e retração), além de que, em locais em que haja umidade ou água, esta penetra na junta e pode oxidar a malha metálica ou barras de transferência, comprometendo as características de suportar e distribuir as cargas pontuais e dinâmicas sobre o piso. Além de causar o esborcinamento da junta (ver lábio polimérico).

Como solução preventiva, as juntas de dilatação devem ser tratadas, ou seja, seladas para que não haja acúmulo de sujeita e penetração de umidade no piso, além de proteger as laterais da junta contra o seu rompimento (emboscinamento da junta). É um processo que pode se iniciar com apenas 6 meses de uso do piso ou só aparece depois de 5 anos. Caso o problema não seja sanado de imediato, logo no início, a tendência é a junta se quebrar cada vez mais, dificultando a rolagem da empilhadeira e consequentemente, a danificação prematura de peças dos equipamentos que fazem o transporte das cargas (empilhadeiras - palheteiras). 

Para sanar essa patologia inerente ao próprio piso de concreto, nossa empresa realiza a confecção de lábios poliméricos, que consiste na abertura de um sulco no piso nas laterais da junta que estão esborcinadas, geralmente com 2,5m de largura para cada lado da junta e com 2,5 cm de profundidade. O concreto dentro deste corte é retirado com martelete e as juntas limpas e posteriormente tratadas com argamassa epóxi de alta resistência, chegando quando curada a 70 Mpa´s de resistência à compressão. 

Realizado o preenchimento da junta com a argamassa epóxi, a junta é reaberta e aplicado selante de poliuretano ou epóxi semi rígido, dependendo da intensidade do tráfego no local. 

Para maiores informações, entrar em contato com nossa empresa.  

JPM PISOS INDUSTRIAIS - RIBEIRÃO PRETO - SP 
FONES:  (16) 3963-1531    (16) 99298-1484  (16) 99700-5154
CONTATO@JPMPISOS.COM.BR