TRATAMENTO DE JUNTAS DE DILATAÇÃO

As juntas de dilatação são detalhes construtivos que permitem as movimentações de retração e dilatação do concreto e a adequada transferência de cargas entre as placas do piso, mantendo a sua planicidade, assegurando a qualidade e o conforto no rolamento de cargas. 

As juntas de dilatação abertas (expostas), sofrem com o acúmulo de sujeira e detritos que, ao longo do tempo, faz com que a junta perca a sua função, ou seja, de permitir a movimentação do piso (dilatação e retração), além de que, em locais em que haja umidade ou água, esta penetra na junta e pode oxidar a malha metálica ou barras de transferência, comprometendo as características estruturais, as de suportar e distribuir as cargas pontuais e dinâmicas sobre o piso. Além de causar o esborcinamento da junta, a quebra das laterais da junta que pioram a cada momento que sofre impacto da roda da empilhadeira (ver lábio polimérico).

Como solução preventiva, as juntas de dilatação devem ser tratadas, ou seja, seladas para que não haja acúmulo de sujeita e penetração de umidade no piso, além de proteger as laterais da junta contra o seu rompimento (emboscinamento da junta). 

O tratamento da junta de dilatação consiste na limpeza do corte da juntae a aplicação de um selante a base de poliuretano flexível. Esse tratamento é indicado de forma provisória para pisos novos (ou seja, com até 1 ano de idade), posteriormente, como tratamento definitivo, as juntas de poliuretano devem ser removidas e aplicado selante  a base de epóxi semi rígido. 

Para pisos com tráfego leve e médio, com cargas moderadas, o selante de poliuretano pode ser considerado como tratamento definitivo, já em pisos em que as cargas atuantes (tanto estática quanto dinâmica) são intensas, o tratamento correto é a aplicação do selante a base de epóxi semi rígido. 

Para maiores informações, entrar em contato com nossa empresa.  

JPM PISOS INDUSTRIAIS - RIBEIRÃO PRETO - SP 
FONES:  (16) 3963-1531    (16) 99298-1484  (16) 99700-5154
CONTATO@JPMPISOS.COM.BR